Marisa Pelella Mélega
APRESENTAÇÃO
SOBRE A AUTORA
TRABALHOS PUBLICADOS
ATIVIDADES DIDÁTICAS
QUADRO DE REFERÊNCIA
LITERATURA ITALIANA
CURRICULUM (ENGLISH) flag
CONTATO


Sociedade Brasileira de Psicanálise
de São Paulo


International Psychoanalytical Association


The Tavistock Institute


Centro Studi Martha Harris


Marisa Mélega

TRABALHOS PUBLICADOS

Principais Artigos

Livros

Capítulos de Livros

Organização de Volumes

Revisões Técnicas e Prefácios de Livros

Trabalhos em Outras Línguas Apresentados em Congressos Internacionais de Psicanálise


Principais Artigos:

1983 Mélega, M. P. "Un Psicoanalista Joven Trabajando". In: Revista de Psicoanalisis, Ass. Psican. Argentina, Separ, Tomo XI, nº 1, pp.145-156.


1984 Mélega, M. P. "Um Jovem Psicanalista Trabalhando". In: Revista Brasileira de Psicanálise, São Paulo, Associação Brasileira de Psicanálise, Vol.XVIII n°3 pp. 18-357.


1987 Mélega, M. P. "Observação da relação mãe-bebê - Instrumento de ensino em Psicanálise". In: Revista Brasileira de Psicanálise, Vol. XXI.


1989 Mélega, M. P. "A Observação de Bebês e a Formação Analítica". In: Revista IDE, Public. da S.B.P.S.P., Ed. Imago, nº 17, pp. 38-43.


1990 Mélega, M. P. "L'osservatore psicoanalitico come contenitore della funzione materna. Movimenti del transfert e del contratransfert". In: Interazioni terapeutiche in contesti diversi. Instituto Italiano per gli studi filosofici, Napoli.


1990 Mélega, M. P. "The psychoanalytical observer as a conteiner model of the maternal function> Movements within transference and countertransference". In: Anais of Tavistock Tavistock-Model Courses, Napoles.


1993 Mélega, M. P. "Constituição x Ambiente: Um Diálogo Decisivo na Formação e Transformação Psíquica" (1991). In: Revista Brasileira de Psicanálise, São Paulo, Vol. 27, nº 4, pp. 681-705.


1995 Mélega, M. P. "A Supervisão da Observação da Relação Mãe-Nebê: Ensino e Investigação". In:Revista Brasileira de Psicanálise, Vol. 29, nº 2, pp. 263-282.


1995 Mélega, M. P. "O Observador Psicanalítico como Modelo Continente da Função Materna". In:Revista Arquivos de psiquiatria, psicoterapia e psicanálise. Fundação Mário Martins, Vol. 2, nº 2, ano 2, pp. 63-80.


1995 Mélega, M. P. "A Investigação da Vida Onírica e do Pensar". In: Revista Brasileira de Psicanálise. Vol. 29, nº 3, pp. 595-606.


1996 Mélega, M. P. "Reflexões em Torno de uma Supervisão com Wilfred Bion". In: Revista Brasileira de Psicanálise, Vol. 30, nº 1, pp. 157-168.


1996 Mélega, M. P. "Relação Mãe-Bebê: Um Modelo da Relação Analítica". In: Revista de Psicanálise da Sociedade Psicanalítica de Porto Alegre, Vol. III, nº 2, pp. 243-253.


1996 Mélega, M. P. "Reflexões em torno de uma supervisão com W. Bion". In: Rev. Bras. Psic. Vol 30, nº 01, pp.157-168.


1997 Mélega, M. P. "Supervisão da Observação da Relação Mãe-Bebê - Ensino e Investigação". In: Tendências, São Paulo, Unimarco. Editora da Universidade São Marcos, pp. 119-142.


1997 Mélega, M. P. "Pesquisa Da Atividade Simbólica Com Ênfase No Brincar Pelo Método De Observação Da Relação Mãe-Bebê Esther Bick". In: Revista Brasileira de Psicanálise, Vol. 31 n°3, pp.745-760, ISSN 0486-641X.


1997 Mélega, M. P. "O Psicanalista Trabalhando Em Contextos Não Clínicos". In: Jornal de Psicanálise, Vol. 30 n° 55/56, ISSN 0103-5835.


1998 Mélega, M. P. "Intervenções Terapêuticas Conjuntas Pais-Filhos". In: Alter-Jornal de Estudos Psicodinâmicos, Brasília, Vol. XVII nº 2, ISSN 0100-1655.


1999 Mélega, M. P. "Gruppo Primordiale e Immagini Oniriche". In: Funzione Gamma Magazine, nº1 (Internet)


2000 Mélega, M. P. "Conversando de Formação Analítica". In: Jornal de Psicanálise Vol.33 n° 60/61, ISSN 0103-5835.


2001 Mélega, M. P. "A Prática Psicanalítica com Klein.Bion.Meltzer". In: Diálogo - Revista do Departamento de Fundamentos de Psicologia e Psicanálise - EDUEL Vol.2 nº1, pp.25-37, ISSN 1519-9584.


2001 Mélega, M. P. "Distúrbios do Sono em Bebês e Perturbação do Vínculo Primário". In: Diálogo - Revista do Departamento de Fundamentos de Psicologia e Psicanálise EDUEL, Vol.2 nº1, pp.35-42, ISSN 1519-9584.


2001 Mélega. M. P. "A Contribuição de Esther Bick à Clínica Psicanalítica". In: Revista Psyche, São Paulo, Ano V n° 7, ISSN 1415-1138.


2002 Mélega, M. P. "Gerando Significados no Trabalho com Pais-Crianças". In: Revista Brasileira de Psicanálise, Vol 36 nº3, ISSN 0486-641X.


2003 Mélega, M. P. "Da Clínica Psicanalítica À Pesquisa Em Psicanálise". In: Revista Brasileira de Psicanálise, São Paulo, Vol.37 nº 2/3, ISSN 0486-641X.


2003 Mélega, M. P. "Processo Simbólico: Do Arcaico ao Poético - Evolução do Conceito de Simbolização" In: Panorama. Departamento de Publicações da SBPSP, pp 253-278.


2007 Mélega, M. P. e Almeida, M. M. "Echoes from overseas: Brazilian experiences in psychoanalytic observation, its developments and therapeutic interventions with parents and small children. In: Innovations in parent-infant psychotherapy. Karnac Books: London.


2008 Mélega, M. P. "Vínculo K (Knowledge) e o Desenvolvimento da Capacidade Simbólica". In: PSICANÁLISE- Revista da Sociedade Brasileira de Psicanálise de Porto Alegre, Vol.10 nº2.


2009 Mélega, M. P. "Imagens Oníricas e suas Representações". In: Revista IDE, n°49, São Paulo.


2010 Mélega, M. P. "Experiência Clinica e de Observação Confrontadas com Conceitos Psicanalíticos: Submissão Transgressão e Novas Contribuições". In: Reverie - Revista de Psicanálise, Vol III nº1, Fortaleza.


2011 Mélega, M. P. "Origens Literárias do Modelo Psicanalítico da Mente". In: Jornal de Psicanálise, Vol.44 nº 80, São Paulo.


2011 Mélega, M. P. "Pensando por Imagens, Pensando Por Palavras (Thinking on Images, Thinking on Words)". In: Reflexões Temáticas durante o Encontro Intenacional Bion 2011 - Porto Alegre - RS.


2014 Mélega, M. P. "Os Primórdios do Psíquico, a Origem da Mente na Espécie Humana e os Fenômenos Psicopatológicos". In: Alter - Revista de Estudos Psicanalíticos, Vol. 32(1), Brasília.


Livros:

Capa do livro Mélega, M. P. Psicanálise de Crianças: Relatos à luz das Teorias de Klein, Bion, Meltzer. Edizioni Universitarie Romane: Roma, 2017. Neste livro a autora aborda as características do trabalho de análise com crianças e reúne nove relatos clínicos de análise e alguns textos teóricos escritos a partir destes relatos.

Capa do livro Mélega, M. P. Imagens Oníricas e Formas Poéticas – Um estudo da Criatividade. Editora Pasavento: São Paulo, 2015. O livro contém os seguintes capítulos: 1 – O Mundo Mental através da literatura da psicanálise 2 – Criatividade vista pela psicanálise 3 – Crítica literária com enfoque psicanalítico 4 – Buscando as origens no impulso criador em Eugenio Montale 5 – Entre flashes de memória w criação de versos 6 – Tempo espaço na poética montaliana 7 – Eros em Montale 8 – Evolução do modelo de mente na poética de Montale.

Capa do livro Mélega, M. P. Post-Autism. Editora Karnac: Londres, 2014. “This book describes the journey in the late 1970s and early 1980s of a therapist tirelessly struggling to maintain an intimate dialogue with a pubertal boy who presented as a case of untreated infantile autism. At each step Marisa Pelella Melega questions the efficacy of different approaches and even her conviction about the appropriateness of a psychoanalytic approach. The therapist's desire is to make contact with the deeply human in the child, breaking through the defensive layer of hardness she runs into time and again. Donald Meltzer supports this adventure and finds in this work inspiration for innovative, interesting ideas.” (Lucy Bermann and Dolors Cid). “It is a pioneering work in Brazil on the topic of the autistic spectrum. The narrative movingly recounts the detailed texture of the sessions, and shows Marisa Pelella Melega's great capacity for the minute discussion of countertransference phenomena. In addition, there is the richness of Donald Meltzer's supervisions, the intricate interaction of both analysts in the joint task of working to bring the patient into the world of human relationships and interests.” (Mariza Leite da Costa).

Capa do livro Mélega, M. P. Narrazzione psicanalítica. Editora Alpes: Roma, 2013. “Attraverso una puntuale presentazione dei resoconti clinici piu significativi del caso e delle supervisioni di Donald Meltzer, il lettore interessato al método psicanalítico può condividere l’intimità di un processo analitico. Si accompagna lo svolgere di una personalità che ha vissuto uno stato mentale autistico e si è organizzata con una struttura ossessiva, post autistica.” (Vincenzo Bonaminio).

Capa do livro Mélega, M. P. Immagini Oniriche. Editora Aracne: Roma, 2013. Questo libro si occupa di come l’artista, e specificamente il poeta, crea. Analizza attraverso poemi di Eugenio Montale le vicissitudini che esprimono le inquietudini dello scrittore e poeta. Si occupa anche della ricerca sulla creatività, soprattutto a partire del pensiero di psicanalisti come Bion e Meltzer.

Capa do livro Mélega, M. P. Eugenio Montale: Criatividade Poética e Psicanálise. Ateliê Editorial: São Paulo, 2001. “A única maneira para exprimir uma emoção em forma de arte é encontrar um correlativo objetivo (T. S. Eliot): um conjunto de objetos, uma situação, uma cadeia de eventos que serão a fórmula dessa emoção particular”.

Capa do livro Mélega, M. P. Pós-Autismo: Uma narrativa psicanalítica. Editora Imago: Rio de Janeiro, 1999. Trata-se de um percurso psicanalítico com as supervisões de Donald Meltzer, durante cinco anos, de uma personalidade com fortes traços obsessivos, construída após um episódio de autismo infantil não tratado.

Capítulos de Livros:

Capa do livro 1987 - "Repórter-Locutor-Ator". In: Psicanálise da criança. Enciclopédia aberta da Psique. Editora Vértice: São Paulo. Por meio de sessões analíticas, a autora exemplifica a construção de uma personalidade com defesas obsessivas que impedem o crescimento da vida simbólica.

Capa do livro 1996 - "Historial Clínico". In: Meltzer em São Paulo (org. França, M. O. de A. F & Marra, E. de S.) Editora Casa do Psicólogo: São Paulo. Pp 73-102. Trata-se de apresentação de material clínico de adulto com a supervisão de Donald Meltzer.

Capa do livro 1997 - "A importância da construção do vínculo no desenvolvimento do indivíduo". In: Prevenção, diagnóstico e tratamento dos transtornos mentais na infância e adolescência - Um enfoque desenvolvimental. Artes Médicas: Porto Alegre.

Capa do livro 1998 - "Prevención y ayuda en la primera infancia". In: Método de observación Bick - A la búsqueda de herramientas para el psicoanálisis. Promolibro Ed:Valencia.

Capa do livro 2003 - "Processo simbólico: do arcaico ao poético-Evolução do conceito de simbolização". In: Panorama. Departamento de publicações da SBPSP: São Paulo. Pp 253-278.

Capa do livro 2005 - "Reverie Materno e desenvolvimento da atividade simbólica do bebê entre 0-18 meses". In: Pesquisando com o método psicanalítico. Editora Casa do Psicólogo: São Paulo. Pp 223-243.

Capa do livro 2007 - "Echoes from overseas: Brazilian experiences in psychoanalytic observation, its developments and therapeutic interventions with parents and small children", with Mariângela Mendes de Almeida. In: Innovations in parent-infant psychotherapy. Edited by Maria E. Pozzi-Monzo with Beverley Tydeman. Karnac Books: London.

Capa do livro 2009 - "Mente Simbólica – Nascimento". In: Constituição da Vida Psíquica. Editora da SBPSP: São Paulo. A autora destaca o impacto estético (Meltzer, 1990) da mãe com seu bebê como sendo elemento fundamental no nascimento da mente simbólica, para que a vinculação inicial se dê e a estruturação psíquica da criatura prossiga em direção ao crescimento simbólico.

Capa do livro 2015 - "An amplified psychoanalysis". In: Teaching Meltzer. Modes and Approaches. Edited by Meg Harris Williams, Karnac Books, London. This book is one of a short series on the teaching of post-Kleinian psychoanalysis, with a companion volume on Teaching Bion. The trials and tribulations of teaching are intimately connected with those of learning, and indeed have parallels with psychoanalysis in so far as this may in itself be considered a specialised mode of education. The variety of approaches recounted in this volume have been devised and refined over time and demonstrate the imaginative commitment and struggles of practitioners. Donald Meltzer's hopes for the survival of psychoanalysis rested not on schools and didacticism but on the capacity of the next generation to learn from their own experience with the aid of their internal teachers. His writings are often said to be 'difficult' by students without personal experience of his teaching. Yet Meltzer himself said his motto was 'simplicity' and he never tried to be obscurantist, but concentrated increasingly on how to make complex matters simple', relevant, and digestible.

Organização de Volumes:

Capa do livro 1997 - Tendências: Observação da Relação Mãe - Bebê. Coletânea de artigos do Primeiro Simpósio Brasileiro de Observação da Relação Mãe - Bebê (1995) - São Paulo, Unimarco Editora.

Capa do livro 2008 - O Olhar e a Escuta para Compreender a Primeira Infância. Editora Casa do Psicólogo, São Paulo. Este livro é um testemunho vivo da história do Centro de Estudos Psicanalíticos Mãe-Bebê-Família que teve como semente, desde antes de sua oficialização (em 1987), o curso de Observação Mãe-Bebê, método ESther Bick. A Observação da Relação Mãe-Bebê nos põe diante de evidências de fatos que nos obrigam a rever velhas crenças e teorias sobre os bebês e sobre as funções da mãe e do pai no desenvolvimento da criança.

Capa do livro 2012 - Looking and Listening. Editora Karnac, Londres. “Marisa Pelella Mélega came to Rome in 1988 to celebrate the foundation of the first Centro Studi Martha Harris, and to establish a link between the Centro Studi and her initiative in San Paulo” (Gianna Polacco Willians). “The book is a collection of descriptions of infant observations and applications of the method of observing babies pioneered by Esther Bick in the seventies. Infant observation, with its applications, still constitutes the bedrock for understanding the origin of the human mind and the training of all the authors is rooted in this method of observation as well as in the work of later object relations clinicians and theoreticians.” (Maria Pozzi Monzo).

Capa do livro 2016 - Narrazioni Psicoanalitiche - Disturbi Borderline e Stati Psicotici. Edizioni Universitarie Romane, Rome. Questo libro è frutto di un gruppo di lavoro, coordinato da Marisa Pelella Mélega, che ha operato a San Paolo in Brasile per molti anni e che si è posto l'obiettivo di approfondire somiglianze e differenze tra disturbo borderline e stati psicotici. Il metodo di lavoro è centrato sulla clinica: sono riportati otto casi di pazienti, con patologia borderline e psicotiche e casi di pazienti con attacchi di panico, in cui è stato riscontrato un nucleo psicotico soggiacente.

Revisões Técnicas e Prefácios de Livros:

Capa do livro 1988 - Crianças e bebês à luz de observações psicanalíticas. De autoria de Martha Harris. Versão brasileira do original: Thinking about infants and young children. Enciclopédia Aberta da Psique, Editora Vértice: São Paulo.

Capa do livro 1998 - Segundo ano de vida. De autoria de Manoel Pérez-Sánchez. Versão brasileira do original: Segundo año de vida. Editora Casa do Psicólogo: São Paulo.

Capa do livro 1999 - Grupo: Manual de Psicanálise de Grupo. De autoria de Claudio Neri. Versão brasileira do original: Gruppo. Editora Imago, RJ.

Trabalhos em Outras Línguas Apresentados em Congressos Internacionais de Psicanálise:

1 - "A new research methodology to study the symbolic activity in infant".


2 - "From listening to interpreting: a parable".


3 - "Generating meanings in the parents-children works".


4 - "Investigation on symbolic activity thought Esther Bick mother-infant observation method".


5 - "Nature versus nurture: a decisive dialogue in the formation and transformation of psychic life".


6 - "The psychoanalytical observer as a container model of the maternal function".


7 - "Parent-Child Therapeutic Interventions".



  TOPO DESTA PÁGINA  
www.marisamelega.med.br